telemedicina é um formato de atendimento que se popularizou nos últimos anos, principalmente por conta da pandemia de Covid-19. Ela inclui a realização de consultas, diagnósticos e outros serviços médicos à distância. Graças a essa possibilidade, pode-se promover cuidados remotos, levando mais saúde, bem-estar e qualidade de vida para o paciente aonde ele estiver.

Neste artigo, mostramos como o teleatendimento funciona e como pode ser aplicado no tratamento do câncer, bem como no acompanhamento após a remissão da doença. Continue a leitura e saiba mais!

O que é telemedicina?

Resolução CFM nº 1.643/2002 define e regulamenta a telemedicina como uma forma de prestação de serviços médicos por meio de tecnologias de comunicação audiovisual. Publicada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM),em 2002, a modalidade favorece a relação médico-paciente.

Ela também assegura a confidencialidade, privacidade e sigilo profissional em relação aos dados do paciente. Na prática, a telemedicina serve para promover o atendimento médico à distância, por meio de plataformas de comunicação digital.

Como funciona uma teleconsulta?

Na teleconsulta, a avaliação clínica é feito a partir de informações fornecidas pelos pacientes e da observação de exames (laboratoriais e de imagem) anteriores, caso existam. Combinadas aos resultados dos exames complementares atuais, pode-se determinar os diagnósticos e fundamentar os tratamentos.

Para fazer uma teleconsulta, basta fazer o agendamento normalmente, escolhendo essa opção. O atendimento é realizado via plataforma disponibilizada pela clínica ou hospital, que precisa ser instalada no smartphonetablet ou computador. É por meio dela, aliás, que o paciente faz o upload dos seus exames.

No dia e horário marcado, deve-se iniciar a chamada de vídeo e entrar na sala virtual. Durante o atendimento, é importante ficar em um ambiente silencioso, claro e bem iluminado, para que a consulta não tenha interferências.

Durante a teleconsulta, o paciente expõe seu problema, relatando os sintomas o mais detalhadamente possível. Além disso, precisa responder algumas perguntas sobre o histórico de saúde familiar.

Quais são as vantagens do atendimento médico remoto?

Em diversos casos, a telemedicina é tão eficiente quanto o atendimento médico presencial. Entre suas vantagens, destacam-se:

  • acesso aos melhores especialistas, dos principais centros de referência, mesmo morando em locais afastados;
  • favorecimento do diagnóstico precoce, pois o tempo de espera para agendamentos cai, otimizando o fator tempo;
  • resolução mais rápida de dúvidas, visto que o médico fica mais disponível e acessível;
  • redução de custos, pois se evitam deslocamentos excessivos — o que é benéfico principalmente para aqueles de outras cidades.

Ao término da teleconsulta, os receituários ficam disponíveis na plataforma.

Como a telemedicina auxilia no tratamento do câncer?

A telemedicina possibilita o diagnóstico e acompanhamento do tratamento do câncer mesmo à distância. Graças a ela, pode-se administrar queixas clínicas mais rapidamente e analisar resultados de exames periodicamente.

Muitas vezes, é preciso ir ao hospital apenas para receber as medicações, reduzindo as visitas hospitalares sem diminuir o contato com o médico.

Outra vantagem é a facilidade para a troca de informações entre os médicos responsáveis e demais profissionais da saúde (como nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas, entre outros). Uma vez que o tratamento do câncer é multidisciplinar, isso faz toda a diferença.

Assim, a telemedicina não veio para substituir as consultas presenciais, mas para ser mais uma opção no repertório dos médicos. Se usada no momento certo, para o paciente certo, seus benefícios são indiscutíveis!

Onde encontrar esse serviço de atendimento?

Dr. Roberto Pestana, oncologista clínico do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, é adepto da telemedicina, além de atender presencialmente. Ele se dedica ao diagnóstico e tratamento do câncer gastrointestinal e sarcomas, focado na chamada oncologia de precisão. Caso suspeite ou já tenha a confirmação para alguma dessas doenças, mas deseje uma segunda opinião, sinta-se à vontade para agendar uma consulta!

Entre em contato pelo site e marque-a agora mesmo. Se preferir, faça seu agendamento pelo telefone ou WhatsApp: (11) 2151-0240 | (11) 99150-9179.

Compartilhe

Publicado por: - Oncologista - CRM 170.446 | RQE 97248
O Dr. Roberto Pestana (CRM 170.446 | RQE 97248) é oncologista clínica do centro de oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein. Além disso, ele é médico do ambulatório de sarcomas do Hospital Municipal Vila Santa Catarina.